Menu
A+ A A-

Travamento Windows 7 - Procon Destaque

Travamento Windows 7 - Procon
Travamento Windows 7 - Procon IguBr

Consumidor tem direito a reparação, diz Procon sobre falha do Windows

Órgão notificou Microsoft por problema em update que travava computador.
Microsoft sugeriu a usuário que desinstale atualização nesta sexta.


A Fundação Procon-SP notificou a Microsoft nesta quinta-feira (11) para esclarecer as falhas na atualização do Windows 7, disponibilizada na terça, informou nesta sexta-feira (12) o órgão de defesa do consumidor.

A empresa tem até segunda-feira (15) para responder, segundo Renan Ferraciolli, assessor chefe da entidade.

“Se ficarem comprovadas irregularidades, a empresa poderá ser penalizada nos termos do Código de Defesa do Consumidor”, escreve o Procon.

Segundo o órgão, os consumidores que tiveram algum dano econômico tem direito a reparação da Microsoft. Se isso não ocorrer, podem acionar a empresa na Justiça.

A orientação da entidade é que primeiro procurem a empresa. Se o contato não resolver, podem acionar o Procon, mas somente em caso de dano patrimonial. Os consumidores podem pedir reparação se tiverem tido algum tipo de gasto para reparar os danos.

O problema
Segundo o Procon, a companhia terá que explicar o que causou o erro e a quais riscos expôs os aparelhos dos usuários.

Terá ainda que informar uma descrição dos softwares afetados (origem, modelo, lote, período inicial e final de fabricação) pela falha e detalhar quais foram os procedimentos adotados junto aos consumidores parar amenizar o impacto do problema.

Três dias após liberar o update e as primeiras falhas começarem, a Microsoft divulgou nesta sexta-feira (12) uma orientação aos consumidores. “É inconcebível [a demora], ainda mais se tratando de um problema que não foi um fato isolado”, disse Ferraciolli ao G1.

Ele criticou a orientação feita somente agora pela Microsoft para que os consumidores não formatem seus computadores. "E todos os consumidores que ficaram às cegas até agora?"

A Microsoft também terá de informar quais foram os canais de comunicação disponibilizados para prestar auxílio e receber reclamações.

O cerne do problema foi o update para Windows 7 liberado pela Microsoft na terça. A instalação dele do forçava o reinício automático do computador após informar que o sistema precisava de reparos. Depois de ligado, o computador voltava a ser reiniciado. Isso impedia os usuários de iniciarem o sistema normalmente. Algumas sugestões para solucionar o problema foram feitas pelos próprios usuários.

A empresa sugeriu a desinstalação do "update de segurança 2823324", que está dentro da atualização KB2839011, responsável pelo travamento "quando colocada lado a lado com certos softwares de terceiros".

Já a Microsoft, segundo Ferraciolli, está sujeita à multa máxima prevista no Código de Defesa do Consumidor de até R$ 6,7 milhões, se não corrigir o problema e garantir a satisfação dos consumidor.

Isso não impede, afirma o executivo, de haver outras punições como suspensão da comercialização de outros produtos, o que pode ocorrer caso seja comprovado vício no software.

Fonte: CBN Foz

Última modificação emSegunda, 06 Maio 2013 22:53

Informações adicionais

  • Descrição geral:


Alex Wichoski

Website.: blog.igubr.com.br/alex-wichoski.html E-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Deixe um comentário

Abaixo, você poderá enviar uma pergunta para o anunciante ou lojista detentor dos direitos de comercialização deste produto.

IguBR

Alex Wichoski é jornalista por opção, formado em Turismo, onde trabalhou desde seus 15 anos no setor de hotelaria, sempre na cidade de Foz do Iguaçu. Atualmente é professos do Gerar, já escreveu para a CBN Foz e F24, além de produção de conteúdo sob encomenda para área de turismo.

Log In or Sign Up

Esqueceu sua senha? / Esqueceu seu usuário?